quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Manter a beleza da varanda depende da escolha dos móveis

Os móveis que ficam em áreas descobertas devem ser resistentes. Neste projeto, a paisagista Marisa Lima optou por um sofá de fibra sintética. Informações: (11) 2594-5027 Foto: Marisa Lima Paisagismo 

Os móveis que ficam em áreas descobertas devem ser resistentes. Neste projeto, a paisagista Marisa Lima optou por um sofá de fibra sintética. Informações: (11) 2594-5027
Foto: Marisa Lima Paisagismo


Os móveis certos garantem que uma decoração do lado de fora da casa seja não só bonita, mas também duradoura. Na varanda do apartamento, no jardim ou no quintal, as peças têm de suportar a ação do clima, sem que, para isso, seja preciso abrir mão do conforto.
Para quem tem em casa uma área totalmente descoberta, o desafio é maior. Todos os móveis devem ser de material que possa aguentar a chuva e o sol. Se a opção for por madeira, a paisagista Marisa Lima, de São Paulo, explica que há tipos capazes de lidar bem com a água. É o caso das madeiras teca ou cumaru. “É uma característica desses tipos de material não apodrecer quando expostos às mudanças de clima”, afirma.
Ainda que resistentes, os móveis de madeira precisam de manutenção frequente. A arquiteta e paisagista Daniela Sedo, também de São Paulo, recomenda lixar e envernizar as peças pelo menos uma vez por ano.
Uma alternativa é recorrer às fibras sintéticas. São modelos que se assemelham aos de fibras naturais (como vime e palha), mas mais resistentes. E requerem menos manutenção. As cadeiras podem até ter almofadas em material diferente, mas convém optar por um revestimento impermeável conhecido como tecido náutico, também comum nos barcos.
Quem mora em apartamento e tem uma varanda coberta, há mais opções. Até um sofá comum pode fazer parte da decoração. Nesses casos, porém, os móveis ficarão mais protegidos se a varanda for fechada com lâminas de vidro em vez de ficar totalmente aberta na frente.
As especialistas concordam que mesmo num espaço pequeno é possível misturar um pequeno jardim com uma área para receber amigos. Marisa aposta nos chamados jardins verticais, montados na parede da varanda. É necessário, contudo, atenção com o tipo de planta escolhido. “A varanda fechada com vidro vira uma estufa”, lembra Daniela. “É preciso saber se a planta que você está escolhendo é capaz de aguentar o calor e ficar num espaço fechado”.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Comentário